Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog música para alma vibrar!

New sounds! # 123

 

Olá, sapinhos!

 

O post de hoje, saiu um bocadinho mais tarde, pois o Sapo estava a embirrar com o meu PC, não me deixando entrar na edição!

 

O assunto que vou abordar no post de hoje é delicado, depois de o lerem poderão pensar que sou uma pessoa fria, mas eu tanto posso ser a pessoa mais querida, como a mais fria, isto tudo claro depende como as pessoas me tratam e do bem ou mal que me fazem.

Não, me esqueço do bem, mas principalmente não me esqueço do mal e injustiças que me fazem, penso que não serei a única a reagir dessa maneira?

 

Infelizmente, desde miúda até já á idade adulta, fui alvo de muita maldade, sendo que a pessoa que mais me devia amar e proteger, foi a que mais mal me fez, a minha mãe, felizmente saiu de casa quando tinha 9 anos, digo felizmente porque eu vivia num autêntico inferno e era maltratada tanto fisicamente e psicologicamente por tudo e por nada, o meu pai foi pai e mãe, o meu anjo da guarda e durante dois anos tivemos a viver sozinhos, felizes e em paz que nunca tínhamos tido.

 

Como uma desgraça, nunca vem só, enquanto eu estava a ligar com a situação no tribunal de menores e a ser obrigada a ir passar férias, com alguém que eu tinha medo e odiava, sim porque o primeiro juiz do processo foi uma besta, não me quis ouvir, tinha que fazer o que me mandavam e pronto, há pessoas desumanas a trabalhar em sítios, onde deviam ser o mais sensíveis á dor dos outros, ainda mais de uma criança, mas como estava a dizer enquanto estava a lidar com a minha mãe vs tribunal, em casa estava a lidar ao mesmo tempo com a minha madrasta, que me " apunhalou pelas costas", ao contrário do que é habitual eu adorava-a, ia dormir a casa dela e jantar, mas mal casou oficialmente com o meu pai, revelou a sua verdadeira essência, tratou-me mal psicologicamente durante anos, não partiu para a parte física, pois tinha á perna o meu pai...

 

Afastei-me do meu pai, porque ela tinha ciúmes de nós os dois, se eu falava com ele ficava de trombas e ficado logo um ambiente pesado, conseguem imaginar uma criança a ter que lidar com isto tudo? Pois, não sei como não me desencaminhei na vida...

Até, que chegou uma altura e a enfrentei com o meu pai a ouvir e disse que a partir daquele momento, ia falar com o meu pai as vezes que quisesse e lhe ia contar, tudo o que acontecesse a partir dali, nunca mais nos iria afastar!

O meu pai ainda hoje é casado, mas isso é outra história...

 

Contei-vos ,isto tudo porque além da minha mãe, madrasta me terem feito mal, a avó da minha irmã que é filha  deste segundo casamento do meu pai, também me fez muito mal e chamou-me vários nomes em miúda, tendo me fartado da situação e a ter enfrentado igualmente e nunca mais ter falado com ela.

Neste momento, está em coma numa cama de hospital, com um prognóstico mau, avisaram para se preparem para o pior e eu já tinha falado com o meu pai há muito tempo, que no dia que ela fechasse os olhos, seja quando for eu não sendo hipócrita, não irei ao velório, nem o funeral!

Pensem, o que quiserem de mim, mas eu sou muito genuína e quem me prejudica a mim e aos meus, não merece nada de volta, estou pronta para confortar e ouvir a minha irmã, mas longe de tudo...

 

A única coisa boa do post de hoje do New Sounds é a nova música do Martin Garrix, com a parceria do Justin Mylo e Deawian Whimore, que sinceramente não conheço, mas o DJ escolhe sempre bem as parcerias, espero que gostem.

Bom fim-de-semana,

Saty tune.

Play

Comentar post

Header original da Mula com ilustrações de Mônica Crema

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Lendo!

Citação- Friedrich Nietzsche

"Sem música, a vida seria um erro."

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D