Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog música para alma vibrar!

New sounds! # 86

 

Bom dia, meus queridos!

 

Ontem, tive um dia de trabalho complicado por isso é que o post de ontem saíu mais tarde, as responsabilidades estão primeiro!

Depois de um dia intenso, eu e as minhas colegas do ginásio experimentámos algo novo zumba Afro, a nossa Beatriz está no mestrado e o Francisco hoje não podia fazer a substituição e então veio o Carlos, que coitado devido ao trânsito chegou atrasado, nós já estávamos de pé atrás sem saber o que nos ia aparecer e com ele atrasado ainda pensamos que tínhamos ido em vão, mas como as aulas de substituição são sempre ingratas para o novo instrutor e para a turma, experimentamos se não gostarmos, não voltamos a fazer.

 

Zumba Afro é totalmente diferente do que estamos habituadas, nós dançamos muita música latina e energética e a afro é mais calma e as coreografias deste instrutor são muito aeróbicas, ele deve dar aulas de Bodybalance, só sei é que fizemos muitos alongamentos e trabalhámos as pernas até dizer chega, bem mas antes assim do que sair aquela que gritava que parecia uma cabra a gritar e outra que felizmente, não tive o desprazer de conhecer que estava sempre a borrifar-se e aos outros com água de coco e dançava músicas duvidosas!

 

O post de hoje vai tornar-se sério é o que dá eu ver as notícias, no telejornal de ontem eu uma reportagem sobre a violência doméstica, de 2004 a 2017 morram 472 mulheres e só este ano embora o número seja melhor que os anos anteriores morrem 18 mulheres, 50% são mortas pelos maridos, companheiros e namorados, as restantes pelos seus respectivos ex!

Este números são assustadores, muitos casos já estão sinalizados e com processos em tribunal, mas a justiça falha na protecção das mulheres, algo tem que mudar urgentemente, penas pesadas e medidas de prisão imediatas, quando os casos estão mais do que documentados!

 

A seguir deu o programa Linha da Frente cuja peça principal era sobre as crianças são tiradas á mães pelas Técnicas da Segurança Social, institucionalizadas quando não há nenhum prova de negligência ou maus tratos! A peça foca-se no caso de por cada criança as instituições recebem 1000€ a 2000€ e o Juíz que fazia parte da Comissão de protecção de menores era responsável por várias dessas intuições privadas, dá que pensar principalmente quando após a entrevista 6 dias depois, foi substituído na comissão de menores...

Se há algo que me revolta é a maneira como a criança é tratada e nem sequer a ouvem ou querem saber que está infeliz longe dos progenitores, ficaria mais barato e a criança estaria feliz, se quando a casa onde habita não tem condições, pagar uma casa para que a família possa estar junta e feliz, onde a criança se sinta  amada, se os nossos impostos pagam as coisas que não deviam, neste caso era bem aplicado, não acham?

 

A música do New Sounds de hoje, não é nova dos Scorpins, mas eles vão lançar um novo álbum com o best off baladas de Rock!

Esta banda é intemporal e eu adoro-os.

 

Bom fim-de-semana, vai estar bom para o choco!

Stay tune!

 

Play

  • Imagem de perfil

    Sofia 24.11.2017 10:50

    Andy, eu sei que sim!
    Eu sofri maus tratos pela minha mãe e o primeiro juíz não me quis ouvir, sai a chorar baba e ranho do tribunal, porque não queria ir de férias com ela. :(
    Essa já estava sinalizada e ninguém fez nada...
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 24.11.2017 11:15

    As notícias tem estado a apontar só para a polémica, quando se ouvem os 2 lados (ou mais) deixam de ser notícia, pois aquilo terrível que foi apresentado, afinal não estava completo... porque o jornalista não conseguia criar polémica usando isso na peça.

    São situações complicadas e que a justiça acaba por ficar entre a faca e o queijo. Umas vezes cometem injustiças, outras tem de as cometer porque assim está legislado (ou um juiz tem pressa para ir de férias e mandar despachar os casos todos o mais depressa possível).
  • Imagem de perfil

    Sofia 24.11.2017 11:18

    Esta reportagem quis falar sobre o negócio que há por trás disso e sabes que há, existem várias situações, infelizmente quem paga a moeda é sempre a criança. Há pessoas que não têm o mínimo de sensibilidade e perfil para trabalhar com crianças e o estado não vê isso. Tem que haver uma séria restruturação.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 24.11.2017 11:23

    Esse programa e de sexta já usaram essa mesma batuta quando foi o caso do casal que vive na Inglaterra. Até que, outros meios de comunicação, explicaram o que a reportagem não revelou... porque lixava a versão dos pais.
    Existe em tudo, na quantidade que se apresenta é que não é como surge nas reportagens. É fácil culpar a assistente social (muitas vezes com razão) e cobrir as próprias culpas. Basta não dizer que deixaram a criança em casa sozinha a chorar e que quando chegaram, tinham a polícia à porta, porque os vizinhos ouviram a criança a chorar, durante horas e ninguém abria a porta. Quando se repetiu, a polícia e a assistente social levou a criança para acolhimento... e os jornais falam da "violência com que foi retirada".
    É uma faca de dois gumes que é fácil de manejar por pais e pelas assistentes sociais.
  • Play:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Header original da Mula com ilustrações de Mônica Crema

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Blogs de Portugal

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Lendo!

    Citação- Friedrich Nietzsche

    "Sem música, a vida seria um erro."

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D