Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Música Para Alma Vibrar!

Blog Música Para Alma Vibrar!

Greve na saúde e função pública!

sep_greve_nov_fb_evento-873x400.jpg  

Bom dia sapinhos!

Hoje é o primeiro dia de quatro dias de greve dos enfermeiros, sendo que o dia 18 de Novembro engloba toda a função pública.

Se por acaso tiverem agendado nestes dias alguma consulta, tratamento ou cirurgia o  mais provável é serem canceladas.

Não adianta ligarem para os serviços previamente, porque só no próprio dia é que os serviços conseguem saber se podem funcionar e como!

A greve é um direito do trabalhador, pessoalmente na área da saúde nunca concordei com elas, porque é  quem é prejudicado é quem não tem culpa...

Trabalhando num serviço cirúrgico é certo que o bloco não vai funcionar e teremos que mandar os doentes embora.

É algo que me revolta profundamente, principalmente quando os doentes são idosos vêm de longe.

Com a pandemia houve atrasos na referenciarão de doentes, nos tratamentos, meios de diagnóstico e ainda não se conseguiu equilibrar a balança.

Com as greves a situação vai agravar-se!

Apelo ao bom senso!

Stay tune!

PodCast " Porque sim não é resposta!"

Rádio Observador

   

Bom dia sapinhos!

Espero que tenham tido um fim de semana relaxante e tenham recarregado as baterias para uma nova semana.

Há cerca de dois anos que comecei a ouvir podcasts estrangeiros, mas a  rádio Observador tem sido  uma descoberta fantástica, cujos podcats e artigos são  de uma excelente qualidade e profissionalismo.

No post de hoje partilho a recente descoberta o Podcats "Porque sim não é resposta!", com o psicólogo Eduardo Sá, conhecido por muitos de nós nos programas de televisão e telejornais.

Sempre admirei a sua maneira calma de abordar os variados assuntos tal, como a sua maneira de fala para que a maioria das pessoas compreenda e o seu bom senso.

Neste programa fala-se sobre filhos, amores, escolas, tribunais e mesmo sobre as nossas dúvidas existênciais.

O podcast é de segunda a sexta às 17h00 e os ouvintes podem enviar as suas questões para o programa, através do número 917698051 ou para eduardosa@observador.pt .

Partilho o link do primeiro podcast que ouvi e que me prendeu logo "Contra tudo e contra todos!" Devia ser assim?

Desejo-vos uma boa semana!

Stay tune!

Ser ou não ser?

  

Bom dia sapinhos!

O post de hoje é sensível e não tem nenhuma intenção de ofender ou ridicularizar seja quem for.

O seu intuito é de falar e tentar compreender através de outras opiniões e experiências pessoais o género não binário e o género fluido.

O termo não binário refere-se a pessoas que não se identificam com um género especifico, ou seja, masculino ou feminino e o género fluido as pessoas caracterizam por terem diferentes identidades de género

 em diferentes momentos.

Confusos? Não são os únicos!

Eu entendo os transexuais, são as pessoas que desde tenra idade sentem que nasceram no corpo errado, sofrendo muito com isso ao longo da sua vida.

Vi ao longo dos anos vários documentários médicos e de histórias pessoais, não tenho dúvidas e compreendo perfeitamente.

Compreendo os homossexuais, os bissexuais cada um é livre de amar quem quiser desde que seja de comum acordo!

Podem perguntar mas quem sou eu para tentar entender ou querer entender?

A compreensão faz parte da aceitação e aplica-se a quase tudo na nossa vida diária evitando discriminações de qualquer tipo.

 

A única coisa que não entendo é as paradas gays!

Desculpem, mas os heterossexuais não fazem esse tipo de paradas para mim não faz sentido!

Há uns anos atrás vi uma mulher nova com um crachá no peito a dizer "Sou heterossexual!".

Não entendi o sentido daquela " publicidade" e continuo a não entender.

Voltando ao tema central, neste momento não consigo entender como uma pessoa não se identifica com os géneros binários.

Para mim faz passar a mensagem que a pessoa não tem identidade própria e não sabe quem é?

O género fluido ainda é mais difícil de entender, em determinados momentos pode-se sentir mulher e noutro homem.

O que considero grave é  que a maioria das redes sociais e marcas "promovem" uma mensagem que  parece que é moda!

Não sentem isso?

Deviam sim encontrar uma maneira simples para as pessoas entenderem este novos géneros e aceitarem-nos  mais naturalmente!

Sim eu sei, o mundo demora muito tempo a aceitar as diferenças!

Um rápido tema nada a ver com o anterior, expliquem-me por há pessoas a casar com árvores, por objectos, ou com elas próprias, divorciando-se passado um tempo?

Para os mais distraídos por enquanto é só no estrangeiro que é permitido!

Não há um limite?

Relembro novamente que o tema de hoje não foi falado para discriminar, se por algum motivo deixei algum de vocês desconfortável não foi essa a intenção!

Stay tune!

 

 

 

 

 

O que fazer quando o inimigo é invisível?

  

Bom dia sapinhos!

Nas últimas semanas a maioria das pessoas pensa que o vírus do Covid-19 voltou e o governo comporta-se como se fosse uma surpresa o aumento dos casos de infecção diário, depois da decisão que tomaram ao deixar cair o uso  obrigatório das máscaras em praticamente em todos os sítios, principalmente em espaços fechados.

Não, ele não voltou, simplesmente nunca chegou a ir embora, o que abafou o assunto foi a guerra na Ucrânia!

Os testes também deixaram de ser comparticipados pelo estado, o que originou uma corrida às urgências, para os utentes não pagarem o teste.

O nosso país é já o país com mais casos na União Europeia e o sexto no mundo.

Os especialista estão a trabalhar na recuperação de algumas medidas de combate à Covid-19.

Das medidas que o governo fez cair, foram contra as opiniões de vários especialistas.

E como não duas sem três, no último mês têm surgido vários casos de hepatite ajuda em crianças, desconhecendo-se a origem e causa, mas os poucos estudos que já foram feitas, apontam que apareçam derivado ao covid.

Em terceiro estamos a lidar com o vírus Monkeypox, partilho uma parte https://visao.sapo.pt/visaosaude/2022-05-20-monkeypox-os-principais-sintomas-e-como-evitar-a-infecao/

"O vírus Monkeypox é um parente da varíola, mas não é varíola. A varíola, uma doença assustadora por ter uma mortalidade elevadíssima – cerca de 30% -, sobretudo em bebés, foi declarada erradicada pela Organização Mundial da Saúde em 1980. O último caso diagnosticado data de 1978.

Mas, durante 3 mil anos, a História está cheia de surtos de varíola que, na Inglaterra de séculos passados, dizimava um terço das crianças. Só na Europa estima-se que morriam 400 mil pessoas por ano antes do século XX. E mesmo já no século passado, em todo o mundo, a varíola terá matado 300 milhões de pessoas."

Agora a pergunta de um milhão!

Porque é que um vírus declarado irradiado pela Organização Mundial de Saúde está a surgir novamente?

Aconselho-vos a ler o artigo!

O paciente zero não foi ainda encontrado, não há um padrão em termos de locais onde surgiram os casos e neste neste momento em Portugal há 23 casos confirmados.

Enquanto não descobrimos mais sobre a origem do Monkeypox, em relação ao covid-19, já vamos para o terceiro ano de pandemia e de um modo geral nada se aprendeu, pois continuam-se a repetir os mesmos erros.

As festividades, a menor adesão às medidas de protecção individual e à vacinação de reforço e a circulação de novas variantes mais transmissíveis, fez-nos chegar onde estamos novamente e recuar no tempo.

Protejam-se, usem máscara quando estiverem num sítio onde há uma grande concentração de pessoas, a vacinação é importante para reduzir os casos de infecção, bem como os efeitos da doença.

Stay tune!

 

 

 

 

A Peça que Dá para o Torto!

Já tinha saudades de ir ao teatro...

Bom dia sapinhos!

No passado domingo, fui ver a peça " A Peça que Dá para Torto" no Casino de Lisboa.

Já estava à espera de ver a peça há mais um ano e meio.

Tinha comprado bilhetes em Março de 2020 e depois devido ao COVID tive que os devolver.

A peça foi adaptada da original " THE PLAYS THAT GOES WRONG" de Henry Lewis, Jonathan Sayer & Henry Shields.

Traduzida pelo Nuno Markl, encenada por Hannah Sharkey e Frederico Corado, a peça já foi apresentada em mais de trinta  países, sendo um sucesso mundial.

Os espectadores vão tentar resolver o crime cometido na Mansão Haversham e tentar não chorar a rir do principio ao fim!

A peça é hilariante, os actores são extraordinários!

Durante duas horas tudo, mas mesmo tudo pode acontecer!

Se gostam de teatro recomendo vivamente esta peça!

Estes últimos dois anos têm sido muito difíceis, particularmente para algumas classes profissionais, se puderem apoiem os nossos artistas!

Ps: Se encontrarem  um Buldogue francês perdido entreguem na bilheteira!

Stay tune!

 

Banner billboard da campanha 50% desconto desenvolvimento pessoal

DJ Sofia

foto do autor

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Citação- Friedrich Nietzsche

"Sem música, a vida seria um erro."

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Lendo!